Saiba como investir em marketing de conteúdo conduzido a performance

Qual é o significado de Marketing de performance para você? Algumas expressões podem vir à sua mente quando pensa no assunto, como: eficiência, resultado, otimização, dados, dinheiro no bolso, vendas, metas batidas, desempenho, retorno, números, foco no usuário, execução da estratégia, entre outras.

O olhar sobre o marketing de performance costuma ser muito pautado na área comercial, na “arte” da conversão. Nosso objetivo, hoje, é trazer uma visão com base na ciência, para que você entenda mais a fundo qual é o potencial desse recurso para o seu negócio.

Mas afinal, o que é marketing de performance?

De acordo com o dicionário Priberam, a palavra performance pode ser definida como:
“Resultado obtido em cada uma das exibições em público.
Ação de desempenhar um papel.
DESEMPENHO.”

Porém, fazendo uma rápida pesquisa no Google, os principais resultados para o termo marketing de performance são:

  • Ações com base apenas no desempenho da conversão desejada: uma venda, a geração de um lead, um clique etc;
  • Abordagem voltada para o resultado e orientada por dados;
  • Estratégias para aumentar as vendas e o ROI;
  • Fenômeno que vem revolucionando a forma com que as empresas gerenciam suas verbas (de marketing).

O digital chegou para revolucionar tudo o que conhecíamos até então. Isso porque, hoje, não existe mais “achismo”.

Já é possível, por exemplo, fazer um teste de usabilidade de um site com o auxílio de uma ferramenta que solicita a abertura da câmera do usuário. O objetivo disso é acompanhar o movimento ocular enquanto a pessoa navega, trazendo informações para mudar uma interface, uma diagramação de conteúdo ou quaisquer outros elementos da página.

Com o advento dos smartphones, quando olhamos para o empresariado brasileiro, isso explica porque os negócios têm controle sobre tantas coisas e migram para a Internet.

Por que investir em marketing de conteúdo orientado a performance?

Tudo o que fazemos está focado em ações muito específicas. Você vai escrever um texto? Para quê ele vai servir? Vai publicar um post no Instagram? Para responder a qual dúvida do seu lead? Qual vai ser o CTA (Call-to-Action)? Isso deve levar o usuário para onde?

Existe uma sequência lógica que conduz o seu potencial cliente até o momento da venda:

Audiência > Lead > Download > Compra > Recompra

O marketing de performance trabalha de mãos dadas com estratégias de qualificação e vendas. E não tem como ser diferente! Abaixo, é possível entender melhor a trajetória do lead até se tornar cliente, contando com o auxílio da produção de conteúdo:

marketing de conteúdo conduzido a marketing de performance

Para que servem as métricas no marketing de performance?

As métricas de performance podem ser divididas em dois importantes grupos. São eles:

VOLUMEVALOR
Elementos:
Marca / Consciência;
Sem registro;
Visualização; Genérico; Implícito;
Alcance.
Elementos:
Chamada para ação;
Registro /
Conexão;
Oportunidade / Checkout;
Qualificado;
Explícito;
Remarketing;
Engajamento.
Métricas:
CPM
Métricas:
CPC / CPL / CPA / CAC

Hoje, me arrisco a dizer que as métricas são baseadas mais em volume (likes, reações, visualizações etc) do que em valor. Porém, os números da coluna da direita são essenciais para ações de marketing, principalmente aquelas voltadas a conteúdo.

Qual o primeiro passo para produzir conteúdo de performance?

O primeiro passo é criar um bom roteiro de briefing, que contemple todos os objetivos do negócio com a sua publicação. Entre as informações a serem coletadas, podemos destacar:

  • Meta do cliente (separada por produto, venda etc);
  • Tipos de vendas (produtos, tickets, processos etc);
  • Oportunidades de venda necessárias para o cliente;
  • Processo de vendas atual (cliente oculto);
  • Volume de vendas atual;
  • Ticket médio + CAC;
  • Método de geração de leads atual.

Além disso, observe o que está a sua volta, as situações e tudo aquilo que envolve o usuário e/ou o cliente.

“Conteúdo publicado, Matofino! Quais KPIs devo acompanhar?”

Conheço muitos negócios que investem em produção de conteúdo, mas obtém resultados negativos. E por que isso? Porque os canais não estão integrados.

De nada adianta investir em textos bem escritos e imagens de produtos com qualidade se, quando o lead chega no atendimento, a sua experiência é frustrada. Além disso, 90% do mercado está focado na construção de marca — deixando muitas vezes de lado a tração.

Veja quais são os principais indicadores de sucesso, dividido em 3 etapas:

marketing de conteúdo conduzido a marketing de performance

Não possui tempo para acompanhar esses KPIs em tempo real? Faça como centenas de empresários, fale comigo agora! Basta preencher o formulário e entrarei em contato.

Anotações
marketing de conteúdo, marketing de performance

Conteúdos Relacionados

Na época em que liderava a Microsoft, Bill Gates disse sua famosa  frase “Content Is King”, em tradução livre “Conteúdo é Rei”. O ano era 1996 e internet comercial havia apenas começado. Telefonia celular é caríssima e para poucos e ricos. Essa velha frase, inclusive muito citada no Brasil, vem servindo como um manifesto nas […]

Investimento na produção de conteúdo ajuda construir marcas e reputação com clientes Com os novos gostos do público, e novos formatos de consumo, as estratégia de comunicação tiveram de se adequar as tendências do mercado, inclusive sua forma de se relacionar com seu segmento alvo. Em nossos dias, utilizar os tradicionais meios midiáticos já não são […]

Carregar mais ARTIGOS

Descubra o propósito da sua marca
Receba nossa newsletter e fique por dentro das novidades em Branding e Negócios.