Erros que você pode estar cometendo na sua empresa!

Erros que você pode estar cometendo na sua empresa!

Desde menino eu sonhava ser empresário e cheguei a questionar meu pai, se os donos das empresas não poderiam ajudar a melhorar o Brasil (já que o governo não conseguia essa proeza).
Antes mesmo de frequentar as aulas da pré-escola, eu saí trocando picolés por dinheiro. Segui carreira no varejo, até abrir uma agência especializada em Internet Marketing.
A partir de uma oportunidade de ouro em 2011 nasceu minha produtora de sites, onde também eram oferecidos serviços de marketing digital.
Nessa época, percebi que não me sentia realizado naquele cenário e oito meses se passaram até a ficha cair e eu descobrir meu propósito.
A partir deste momento, decidi mudar o modelo de negócio da agência e com isso, descobri o seguinte:

1) Virada Radical

Numa sexta-feira vendíamos sites e na semana seguinte, não mais. Mudamos o foco para Content/Inbound Marketing e eu desconhecia a Curva-S.
Hoje eu posso te dizer, que deixar de fazer sites seria a opção, quando o número de clientes de Content/Inbound garantisse faturamento superior aos projetos anteriores.

2) Ciclo de Venda

Na minha experiência, estava confiante e não medi quanto tempo seria necessário para fechar um novo negócio.
Atualmente, é nítido que o empresário precisa ter em mente a revisão de processos, previsões financeiras e, inclusive, operações do time comercial.
Avaliar o ciclo de vendas é imprescindível na tomada de decisões, para manter a saúde financeira da empresa crescente.

3) Refutar parceria estratégicas

Sendo muito sincero, refutei parcerias altamente estratégicas porque achava que o “mundo girava em torno do meu umbigo” e discordava em passar por treinamentos específicos.
Por sorte, tive parceiros persistentes e após seis ou sete meses de tentativas, assinamos contrato baseado em um ingrediente muito especial: RELACIONAMENTO.
Aqui a principal lição foi compreender que sócios podem acelerar resultados e intensificar produtividade.

4) Não ser o produto do produto

Sem um case de sucesso, você não pode ser “produto do produto”. Neste ponto dei um tiro no pé, não considerando sequer o básico de campanha publicitária para a empresa.
Quer potencializar o poder de persuasão e ter êxito nas negociações? Seja o exemplo do que você vende.
Quando identifiquei esse ponto, passamos a alinhar as entregas com o discurso do comercial. Vivenciamos cases de Inbound Marketing em projetos pessoais. Ganhamos confiança e resultados.

5) Qualificação da Equipe x Entrega

Quando reposicionei o negócio, a equipe bateu no peito e se engajou para trabalhar nas novidades e eu fui “pra rua vender”, enquanto o time seguiu “tocando os projetos”.
A equipe não tinha clareza de processos, nem de ferramentas e tinha dificuldades em desenvolver as ações necessárias. O ponto crítico de tudo isso, é que só validei as deficiências quando os clientes começaram a manifestar insatisfação com as entregas.
A partir disso, estruturamos um programa de estudos colaborativos, estimulando cada pessoa a desenvolver suas habilidades.
Passamos a entregar valor.

6) Vender ou fazer

Mais uma vez, colocando minha experiência na mesa – Passei a alternar as atividades (comercial, atendimento e produção) até me ver sem foco e imerso em projetos.
Ter pessoas de confiança para atividades vitais da empresa é essencial para garantir proposta de valor ao cliente e atingir objetivos.

7) Olhar para crise econômica e política

Essa sequência de erros me fez sair do foco e ainda me contaminei com o pessimismo alimentado pela crise política e questões sociais.
Passei então, a substituir as notícias catastróficas por ligações para os clientes, ajudando-os a mapear novas oportunidades, entendendo dificuldades e buscando novos negócios.
Com tantas decisões dolorosas, foi possível garantir resultados positivos para sustentar a continuidade do negócio.
Espero que com isso, você tenha elementos para estruturar o seu negócio tendo melhores resultados.

Aliás, tenho compartilhado insights e outras experiências no canal do Youtube. Clique aqui para se inscrever e ficar por dentro do que rola por lá!

Anotações
arquiteto de negócios, rogerio matofino

Descubra o propósito da sua marca
Receba nossa newsletter e fique por dentro das novidades em Branding e Negócios.